A importância do pátio da escola

Como é o pátio da creche ou pré-escola onde você atua? A pergunta pode parecer sem fundamento, mas pesquisas indicam que o tipo de espaço onde a criança brinca na escola pode fazer diferença no seu desenvolvimento.

A escola onde você trabalha tem um pátio com grama e playground? Ou é de chão cimentado, sem brinquedos? Se sua resposta foi sim para a primeira pergunta, ótimo! As crianças só têm a ganhar. Mas, se você respondeu sim à segunda pergunta, é hora de conversar com os gestores da escola para melhorar esse ambiente. Isto porque estudos indicam que o tipo de pátio pode também influenciar o quanto as crianças se exercitam e se desenvolvem.

Áreas com grama e playground são irresistíveis para os baixinhos. Eles adoram explorar, correr e pular. Aliás, está cada vez mais comprovado que as atividades livres são essenciais ao bom desenvolvimento infantil, assim como os jogos pedagógicos, porque trazem benefícios não só físicos, mas, também, para o desenvolvimento emocional e cognitivo (intelectual) da criança.

Quanto mais atividade física, passeios ao ar livre e participação em brincadeiras coletivas, mais rendimento intelectual, melhor aproveitamento dos conteúdos trabalhados na sala de aula e fortalecimento da aprendizagem. Isto porque movimentar-se ajuda a expandir as habilidades mentais, estimulando a formação de novas conexões entre as células cerebrais.

Pátios de chão batido, sem aparatos para brincar, não atraem a criança e a tendência é de que ela fique muito mais tempo parada, contribuindo ao sedentarismo.

Estas foram algumas das conclusões de um estudo realizado por uma equipe de cientistas da Universidade do Sul da Dinamarca, que analisou o comportamento de meninos e meninas nos mais diversos pátios. Aliás, um dado interessante é que, em todas as situações, as meninas tendem a ficar mais paradas do que os meninos. Também é assim na sua escola?

O tema é importante e você pode discuti-lo com seus pares, garantindo aos alunos o direito de brincar com qualidade e segurança.

Fonte: “Lugar bom de brincar”, Revista Mente e Cérebro, agosto de 2015.

Leia mais:

Creches alternativas: bem-estar aos pequenos e sustentabilidade ao planeta 
Publicação ajuda a garantir espaço qualificado para o brincar
Do que brincar em cada etapa do desenvolvimento infantil 

 

A Fundação tem um novo canal no Youtube! O acervo de vídeos traz temas importantes sobre desenvolvimento infantil. Clique aqui, assine o canal e fique por dentro das novidades.

Comments

2
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*