Como incluir crianças com TDAH na escola?

Muito se fala da importância de a escola acolher e trabalhar pelo desenvolvimento de crianças com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) ou com deficiências intelectuais e físicas. No entanto, como profissional da Primeira Infância, você sabe que nem sempre há subsídios e práticas eficazes que deem conta de responder positivamente a essa demanda.

Para sanar dúvidas e ajudar educadores e gestores a cumprirem seu papel, um material bem completo foi disponibilizado para download gratuito. Ele traz orientações, diretrizes e discussões sobre um tema que ainda gera muitas dúvidas e receios na sociedade.

A iniciativa de elaborar a “Cartilha da Inclusão Escolar”, que oferecesse aos profissionais da educação bases científicas para direcionar o trabalho de inclusão desse grupo de crianças no ambiente escolar, partiu de mais de vinte instituições.

Nas páginas do documento, estão diretrizes bem objetivas que não se resumem às crianças que apresentam alguma necessidade diferenciada, mas também ao trabalho com qualquer tipo de aluno, respeitando seus limites e aproveitando seus potenciais.

O bacana é que os especialistas que elaboraram a cartilha fizeram toda uma análise da diversidade das escolas brasileiras para pautar as orientações de como contemplar cada criança desse universo.

A partir disso, e com base em estudos científicos e nos conhecimentos mais atuais da Neurociência da Educação, elencaram recomendações gerais e recomendações específicas para os vários públicos-alvo: crianças com deficiência auditiva, visual, motora e intelectual; crianças com transtornos mentais, como o TDAH e autismo; crianças com transtornos de aprendizagem, como a dislexia; e crianças talentosas e superdotadas.

Também elaboraram um projeto de escola inclusiva, contemplando todos os aspectos do que chamam de um novo paradigma de inclusão escolar.

A cartilha também traz uma lista de obras científicas e de fontes de informação para que os profissionais possam se aprofundar no tema.

Você deve estar curioso para conhecer esse material, não é? Então, não perca tempo: faça o download gratuito da “Cartilha da Inclusão Escolar”, compartilhe com seus colegas e, juntos, avaliem quais práticas e orientações vocês podem adotar na sua unidade escolar. Depois, deixe aqui a sua opinião sobre o documento. Bom trabalho!

Comments

3
  1. avatar

    Não consegui baixar a Cartilha de Inclusão Escolar, fiz várias tentativas e só apareceu a mensagem de página indisponível.

  2. avatar

    Gostei da iniciativa pois auxilia a todos para melhor esclarecimento e atuaçao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*