Creches alternativas: bem-estar aos pequenos e sustentabilidade ao Planeta

Ioga, massagem, relaxamento, uso de luz solar para aquecer a água e o ambiente… Não, não é um spa. São creches alternativas que ousaram e estão dando um show de vanguardismo na educação infantil. Confira.

O CEI Lar de Crianças Ananda Marga, no Jardim Peri, em São Paulo, é administrado pela ONG Amurt-Amurtel e conveniado à rede municipal de ensino. Quem entra nas salas, logo é envolvido pelo som de mantras, pouca luz, cortinas fechadas e colchonetes espalhados pelo chão. A aula de ioga é para os pequenos, meninos e meninas de três anos. Uma boa parte vive em condições econômicas e sociais desfavoráveis e, por isso, também precisa de um ambiente que acolha com tranquilidade e segurança.

A aula começa com um “passeio na nuvem”, a saudação ao sol, passando para uma série de posturas até o relaxamento. O toque e a troca acontecem no momento em que as crianças interagem, fazendo massagens no rosto, nos braços e nos pés dos colegas.

“O objetivo é estimular a criatividade, a autoestima, o desenvolvimento do caráter dessas crianças”, explica Didi Ananda Jaya, coordenadora de projetos da Amurt-Amurtel, em São Paulo, que concedeu entrevista ao portal UOL.

Na creche, os mais novinhos, do berçário, praticam a shantala, uma massagem indiana para bebês. A iluminação é reduzida. As professoras, em silêncio, aplicam os toques com óleo de essência lavanda. Deitado nas pernas da professora, o bebê, inicialmente agitado, vai aos poucos relaxando até dormir. Essa prática, que ajuda os pequenos a se sentirem mais confortáveis, é ensinada às mães.

No início de cada aula, as crianças maiores fazem o “círculo do amor”, antes do café da manhã. No círculo, cantam, batem palmas, fazem saudações ao sol, à natureza e agradecem pela presença dos colegas.

A alimentação no CEI Ananda Marga é vegetariana, com muitas frutas e verduras, e feita sob a orientação de um nutricionista da ONG e outro profissional da Prefeitura de São Paulo.

Há outras três creches administradas pela ONG que pertencem à rede municipal de ensino e adotam a mesma linha pedagógica, na zona norte e na zona sul de São Paulo.

Já, em Florianópolis, SC, a geração de eletricidade por meio de energia fotovoltaica, aquecimento de água potável por energia solar e aproveitamento da água de chuva fazem parte da estrutura da nova creche que será construída na Rodovia Jorge Lacerda, na Costeira do Pirajubaé.

A unidade terá capacidade para duzentas crianças em tempo integral e estará concluída até meados de 2014.

Erguido em um terreno de quase doze mil metros quadrados, o futuro prédio, com 1.182 m², vai abrigar dez salas de atividades infantis com varandas de madeira de pinus autoclavado, pátio coberto, refeitório, banheiros e outros espaços com acessibilidade.

O projeto também prevê dois pequenos bosques com espécies nativas, horta e parques infantis com madeira certificada, material de origem lícita, que não degrada o meio ambiente. A unidade terá piso drenante para absorver a água de chuva, reduzindo a velocidade com que ela escoa para as galerias.

O sol vai gerar eletricidade através da energia fotovoltaica, o que tornará a creche autossuficiente em relação ao consumo de eletricidade e também no aquecimento da água das chuvas, que servirá aos chuveiros, à cozinha e lavanderia. A iluminação natural, em boa parte do dia, também é outro diferencial da creche.

Ideias bacanas, atitudes inovadoras… Tudo para garantir o bem-estar dos pequenos, dos educadores e de todo o Planeta.

Onde você trabalha, na creche, unidade de saúde ou de assistência social, existe alguma ação como essas, que citamos? Se sim, conte pra gente. Quanto mais ideias forem compartilhadas, mais espaços bacanas poderão ser criados às nossas crianças.

Comments

3
  1. avatar

    Muito bom adorei

  2. avatar

    Essa é uma experiência maravilhosa que vale à pena ser disseminada por gestores municipais que têm como prioridade absoluta a Primeira Infância.

    • avatar

      Oi Maria Leticia, tudo bem? Ajude a disseminar, compartilhe esse conteúdo com seus pares (:

      Grande abraço.

      Equipe FMCSV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*