Iniciativas inovadoras receberão apoio do programa Saving Brains

Para que as mudanças na sociedade sejam profundas, é preciso começar por questões que a sustentam, investindo recursos e esforços em causas-chave, como a primeira infância. No entanto, velhas fórmulas para problemas atuais podem não trazer resultados que garantam uma transformação positiva e sistêmica de uma realidade repleta de carências. O Programa Saving Brains quer justamente estimular a criação e aplicação de soluções inovadoras e sustentáveis que acelerem avanços para a qualidade de vida de crianças. Quem sabe o seu projeto pode ser uma delas?

O primeiro edital lançado pelo Saving Brains, também no Brasil, foi em 2013. Já estamos na quarta edição de uma iniciativa que acontece em nosso país por meio da parceria entre o Grand Challenges Canada e a Fundação Maria Cecilia.

Para participar, além de inovadoras, as iniciativas (um produto, um serviço ou modelos de implementação) devem focar em uma ou mais destas áreas:

  • Apoio às boas práticas parentais (as relações entre as crianças e os pais e com adultos que são referência para elas); intervenções para fortalecer o vínculo; prevenção a maus tratos e castigos severos.
  • Bem-estar materno; saúde e nutrição da mãe.
  • Melhoria da amamentação e da alimentação infantil.
  • Programas de aprendizagem precoce.

 

Também é necessário que elas sejam:

  • Acessíveis economicamente
  • Viáveis para a larga escala
  • Sustentáveis
  • Baseadas em evidências científicas
  • Monitoráveis e com avaliação de impacto

 

Sua ideia ou seu projeto atende a estas características? Então, você já pode inscrevê-la no edital, até 11 de outubro de 2017.

O programa irá distribuir 250 mil dólares canadenses entre os projetos aprovados, que contarão com apoio técnico e mentoria da Fundação Maria Cecilia.

Até hoje, os editais receberam 532 inscrições. Destas, 93 são brasileiras, tendo, atualmente, 5 projetos apoiados pelo Saving Brains.

Aliás, vale a pena clicar aqui e conferir as diferentes iniciativas aprovadas nos editais para entender melhor o propósito do programa e de que maneira as ações são pensadas e implementadas, respeitando os critérios necessários. Um dos projetos brasileiros, escolhidos pelo edital, você também pode conhecer, acessando-o aqui:

Home visiting programs to improve early childhood development and maternal mental health

Este vídeo também é bem bacana, porque mostra a importância de projetos e ações que promovam um melhor desenvolvimento infantil:

Não perca tempo: fique por dentro do edital e faça a sua inscrição o quanto antes!

Leia mais

Você tem um projeto inovador de desenvolvimento infantil?

Confira a página da Fundação Maria Cecilia, no canal do Youtube. Acesse, assine o canal e compartilhe o que é preciso saber sobre a primeira infância.

Comments

4
  1. avatar

    Olá, bom dia,

    Estou com uma dúvida na parte dos critérios de elegibilidade que vi no edital. O que se entende por instituições constituídas e legalmente reconhecidas ao amparo de uma jurisdição elegível?

    Obrigada.

    • avatar

      Olá, Marina. Podem participar iniciativas provenientes de grupos ou pessoa vinculada à instituições como empresas, ONGs, escolas, universidades, associações e afins, baseadas no Brasil, bem como legalmente reconhecidas aqui – ou seja, serem institucionalizadas, terem um CNPJ inscrito e estarem registradas nos órgãos necessários e acreditados.Pessoas e grupos “avulsos”, sem esse vínculo, não correspondem aos critérios do edital. Abraços

  2. avatar

    Olá, como acesso o Edital?
    Grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*