Ouvir a criança: direito garantido pelo Marco Legal da Primeira Infância

A participação da criança nas decisões que contribuem ao seu pleno desenvolvimento são uma das garantias estabelecidas pelo Marco Legal. Várias experiências nesse sentido já têm sido utilizadas e os resultados são incríveis.

O Marco Legal da Primeira Infância, que aguarda a sanção da Presidenta da República, vai fortalecer a criança como cidadã na sociedade. Isto porque a Lei prevê sua participação na formulação de políticas e de ações relacionadas ao seu bem-estar.

Para isso, é preciso, entre outros aspectos, respeitar a individualidade e os ritmos de desenvolvimento das crianças e reduzir as desigualdades que existem no acesso aos bens e serviços direcionados a elas.

É fundamental criar oportunidades lúdicas, com brincadeiras, em que a criança possa ser ouvida, com estratégias adequadas, realizadas por adultos mediadores, devidamente capacitados para isso.

 

Um exemplo prático de como essa participação se concretiza você confere neste vídeo, produzido nas ruas do bairro Glicério, na cidade de São Paulo.

Temos uma proposta pra você, profissional da Primeira Infância: converse com as crianças da escola, posto de saúde, biblioteca ou qualquer outro lugar onde você atua. Pergunte algo relacionado à realidade delas. Depois, conte aqui como foi essa experiência.

Leia mais
Um dicionário feito por crianças. Uma ideia incrível 
Uma boa ideia: jogos criados pelas próprias crianças 

Confira a página Desenvolvimento Infantil, da FMCSV, no canal do Youtube. Acesse, assine o canal e compartilhe o que é preciso saber sobre a Primeira Infância.

Comments

3
  1. avatar

    conteúdo de extrema relevância ,por isso sempre consulto as novidades deste site. Na internet fico abismado com sites de tanta qualidade como este,claro que alguns sites não mostram sua relevância mas posso dizer sem demagogia que sempre que entro esneste site tenho uma ótima surpresa e hoje não foi diferente.parabéns aos redatores e pelo amor de deus não deixem de lado este projeto.

    • avatar

      Olá. Agradecemos seu comentário. Procuramos dar informações que possam levar a causa da primeira infância a mais pessoas, especialmente gestores e decisores que atuam na área. Caso queira conhecer mais sobre o tema, acesse o acervo digital em nosso site (www.fmcsv.org.br). Contamos com sua permanente participação. Abraços e bom trabalho.

  2. avatar

    Um dos objetivos do “grupo de crianças com implante coclear” é ouvir as experiências delas, oferecer um espaço para que possam compartilhar seus pensamentos e sentimentos, poderem se identificar com o outro que vivencia situações semelhantes, auxiliando no seu processo de habilitação e reabilitação, tendo como meta o seu desenvolvimento integral.
    As informações e os materiais da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, tem sido de grande valia para o nosso programa de implante coclear do HRAC/USP, assim como na formação de profissionais no Programa de Residência Multiprofissional.
    Deixo aqui o meu agradecimento,
    Midori Otake Yamada, psicóloga e pesquisadora do Programa de Implante Coclear do HRAC/USP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*