Por que o bebê nasce prematuro?

Nem sempre a resposta pode ser precisa, já que vários são os motivos para a ocorrência do parto prematuro. No entanto, a prevenção é a única maneira de diminuir os altos índices de bebês que nascem antes do tempo no Brasil, sendo que parte deles alimenta as taxas de mortalidade no primeiro mês de vida. Os pais precisam saber os motivos que podem causar o problema. Orientá-los é a sua função no seu trabalho pela Primeira Infância.

Para começar, vale lembrar aos pais que bebês que nascem até a 37ª semana de gestação são considerados prematuros.

Embora uma boa parte acabe se desenvolvendo normalmente, os cuidados precisam ser redobrados nos primeiros anos de vida, já que cérebro, pulmão e outros órgãos ainda estão em fase de maturação.

Mas é possível evitar que a criança nasça antes do tempo. Com um pré-natal bem feito, com as visitas ao médico cumpridas e todos os exames e orientações realizados, é mais fácil cercar qualquer problema que possa causar a prematuridade.

Normalmente, dez situações levam ao parto prematuro. Aqui destacamos cinco delas:

1. Hipertensão e outras patologias – o fato de a mãe ter pressão normal antes da gestação não garante que esse quadro permaneça durante a gravidez. Quando a máxima estiver acima de 140 e a mínima acima de 90 é preciso um acompanhamento médico constante. Outras doenças que podem levar ao nascimento antes do tempo são diabetes e problemas na tireoide.
2. Prematuridade anterior – gestantes que já tiveram outros casos de prematuridade têm três vezes mais chances de dar à luz a bebê prematuro novamente.
3. Patologias do útero – miomas e colo do útero curto são algumas delas. A ultrassonografia transvaginal é a melhor forma de prever o risco de um bebê prematuro.
4. Infecções maternas – infecções urinárias e da vagina, que podem parecer simples, se não tratadas tendem a comprometer a gestação.
5. Incidência alta de cesariana – o parto programado pode ocorrer antes da idade gestacional adequada.

Você tem cinco bons motivos para mostrar às mães a importância de um pré-natal bem feito. Se precisar de mais evidências, é só conferir a matéria completa, que inspirou este post, publicada no site Prematuridade. Bom trabalho!

Comments

1
  1. avatar

    Tive meu bebê com 34 semana d gestação hoje ele tem 4 anos mais grasas a deus ocorreu td bem so ficou internado alguns dias mais deu td certo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*