Porque uma Base Nacional Comum Curricular é importante para a educação infantil?

O tema está aberto ao debate. Nós acreditamos que a ideia de uma base pode e deve ajudar a qualificar a educação infantil para que creches e pré-escolas atendam a necessidades de desenvolvimento de todas as crianças.

A Fundação Maria Cecilia acredita que a construção de uma Base Nacional Comum Curricular possa ser um passo importante à estruturação de uma educação infantil que promova o desenvolvimento da primeira infância. Claro que boas ideias e intenções não se bastam para que isso aconteça. É essencial que os envolvidos atuem conjuntamente para que projetos se tornem práticas efetivas e transformadoras.

No entanto, é preciso que exista um embasamento teórico bem estruturado para que as ações nesse sentido sejam eficazes e realizáveis.

A implementação da Base Curricular, construída com a colaboração dos vários atores ligados ao tema, pode sintetizar conhecimentos, saberes e valores que todas as crianças brasileiras, frequentadoras de creches e pré-escolas, têm o direito de se apropriar, considerando, inclusive, as características regionais e locais de cada comunidade escolar.

No currículo da Educação Infantil, é necessário considerar eixos principais: as interações e a brincadeira (a ludicidade); os princípios éticos, políticos e estéticos e a indissociabilidade entre o cuidar e educar; a criança como ser integral que se relaciona com o mundo a partir do seu corpo em vivências concretas com diferentes parceiros e em distintas linguagens.

O que não se pode perder de vista é a garantia de seis grandes direitos de aprendizagem para todas as crianças nas turmas de creche ou pré-escolas:

CONVIVER democraticamente com outras crianças e adultos, utilizando e produzindo diversas linguagens, ampliando gradativamente o conhecimento, o relacionamento e o respeito à natureza, à cultura, à sociedade, às singularidades e diferenças entre as pessoas.
BRINCAR cotidianamente de diversas formas e com diferentes parceiros, interagindo e recriando a cultura infantil, acessando o patrimônio cultural, social e científico e ampliando suas capacidades emocionais, motoras, cognitivas e relacionais.
PARTICIPAR com protagonismo de todo o processo educacional vivido na instituição de educação infantil, tanto nas atividades recorrentes da vida cotidiana como na realização e avaliação das atividades propostas, na escolha das brincadeiras, dos materiais, dos ambientes etc., apropriando-se ativamente de práticas sociais, linguagens e conhecimentos de sua cultura.
EXPLORAR movimentos e gestos, sons, palavras, histórias, linguagens artísticas, materiais, objetos, elementos da natureza e do ambiente urbano e do campo, interagindo com o repertório cultural, artístico, ambiental, científico e tecnológico.
COMUNICAR, por meio de diferentes linguagens, opiniões, sentimentos e desejos, pedidos de ajuda, narrativas de experiências, registro de vivencias etc.
CONHECER-SE e construir sua identidade pessoal e cultural, constituindo uma imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento (gênero, religião, grupo étnico racial, etc.) nas diversas interações e brincadeiras que vivencia na unidade de educação infantil.

E você? O que acha de termos uma Base Curricular Comum envolvendo a educação infantil?

Fonte: Base Nacional Comum e Avaliação Nacional da Educação Infantil: Desafios para a Formação Docente, por Zilma de Moraes Ramos de Oliveira.

Leia mais

Uma base curricular que promova a equidade e qualidade da educação

Roteiro de desenvolvimento infantil: A importância da educação infantil

Confira a página Desenvolvimento Infantil, da Fundação Maria Cecilia, no canal do Youtube. Acesse, assine o canal e compartilhe o que é preciso saber sobre a primeira infância.

Comments

4
  1. avatar

    Esse plano pode até funcionar, mas no município que eu trabalho não funciona.
    Sou professor no 4º ano e a cada 30 alunos somente 10 sabem ler e os outros na maioria das vezes não conhecem nem as letras.
    O que eles sabem fazer mesmo quando saem do 3º ano é desenhar e pintar, são artistas de mão cheia, mais somente isso ler e escrever nada.

    • avatar

      Realmente, Emerson Reis Brasil, existem muitos problemas que precisam ser superados para que toda criança aprenda. Por isso, a criação de uma Base Nacional pode ajudar a dar parâmetros à capacitação dos professores e ao que os educadores precisam estimular nos alunos para que estes se sintam desafiados a aprender mais. Abraços.

  2. avatar

    Acho maravilhoso!
    Atender aos direitos de nossas crianças que serão verdadeiramente crianças; respeitando o tempo de cada uma e a vivência de cada um.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*