Primeira Infância no Brasil: um cenário que inspira cuidados

Nós avançamos, mas ainda é pouco. As diferenças regionais revelam que o desafio de se garantir efetivamente os direitos das crianças é enorme. Um documento lançado pela Fundação Abrinq traz dados importantes para o nosso trabalho com a Primeira Infância.

Nosso país tem cerca de 60 milhões de crianças e adolescentes. Mais de um terço vive na região Sudeste. A região Norte concentra 40% dessa população. Em maior ou menor proporção, uma significativa parte de meninos e meninas está exposta a condições vulneráveis que ameaçam o seu bom desenvolvimento, como a falta de saneamento básico, de moradia, de cultura, educação, proteção e lazer, a pobreza e a violência.

Alguns dados nos servem de alerta, como o da desnutrição. Índices de 2013 indicam que, a partir da análise da relação entre altura e idade, 287.701 crianças brasileiras, de zero a cinco anos, apresentam baixa estatura e 239.542 estão muito abaixo da altura esperada para essa faixa etária.

A obesidade também preocupa. Analisada a relação entre o Índice de Massa Corporal (IMC) e a idade (zero a cinco anos), descobriu-se, em 2013, que temos 345.270 crianças obesas no País.

CapturarEssas informações compõem o “Cenário da Infância e da Adolescência no Brasil”, uma publicação da Fundação Abrinq, que expõe dados e indicadores por região.O documento apresenta propostas prioritárias para mudar esse quadro, como o Marco Legal pela Primeira Infância, que estão tramitando na Câmara de Deputados ou no Senado, e a situação atual de cada uma. Informa também quais os avanços conquistados em 2014, pela legislação.

Vale a pena acessar o material na íntegra para ter uma visão geral do tamanho de nosso desafio comum.

 

Leia mais:
Obesidade e Desnutrição: males que afetam nossas crianças 
Por que investir na Primeira Infância pode fazer bem ao País 
“É preciso avançar ainda mais na multidisciplinaridade de iniciativas governamentais” 

 

A Fundação tem um novo canal no Youtube! O acervo de vídeos traz temas importantes sobre desenvolvimento infantil. Clique aqui, assine o canal e fique por dentro das novidades.

Comments

1
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*